Virada Cultural – Parte 1

Ontem o dia começou tarde. Para variar, dormir até umas 12h. Sono acumulado durante a semana e compensado no sábado. Tinha várias coisas para fazer, mas a falta de concentração não deixava, como sempre. Pensei até em desistir de ir à Virada, mas, primeiro, tinha combinado com o pessoal da Playtv, e, segundo, precisa dar uma respirada.

Sai de casa umas 10h. Encontraria o Bruno e a Stellinha lá no centro. Loucura, mas no final deu certo.

Camelo, distante

Camelo, distante

O primeiro show do dia foi Marcelo Camelo (antes, às 18h, teve Arrigo Barnabé no Theatro Municipal, mas não tive coragem de sair de casa). Tava lotada a São João, porém deu para ver um pouquinho, porque o Rodrigo me colocou no ombro dele e me aguentou por um tempo. 

Reginaldo Rossi, o tagarela

Reginaldo Rossi, o tagarela

Depois fomos para o palco brega. Vimos o belíssimo show do Reginaldo Rossi. Ô, cara que fala! Só tinha molecada lá. Disseram que era o melhor palco e olha que eu acreditei por causa da animação do pessoal.

Em seguida tentamos ver Velhas Virgens na República. Impossível! Fugimos de lá e fomos para a São João de novo. Ia rolar Tributo ao Tim Maia, Racional, algo do tipo. Tava bom!

Vimos o Oscar Filho saindo de um dos palcos, então gritamos: Oscaaaaaaaar! Ele olhou para trás e deu tchauzinho. Um fofo!

A primeira parte acabou… Descanso de algumas poucas horinhas.

 

OBS: Continua…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s