Ôôôôô, Palestrina eu sôôôôô!!!!!

Pronto… Ingressos comprados! Cíntia, Flávio e eu vamos ao jogo do Palmeiras no Palestra Itália (Setor Visa, para começar a história e vida em estádios). Será o primeiro jogo meu e da Cí. O Flávio é são-paulino e vai nos acompanhar. Sabe como é? Os estádios são perigosos hoje em dia!

Mas não foi fácil comprar os ingressos. Na verdade foi bem fácil, porém estavamos tentando fazer outras coisas.

Primeiro fui até uma loja da TIM na Paulista e tentei comprar, mas lá só tinha arquibancada e queríamos Cadeira Descoberta. Então fui para a Barra Funda de ônibus e andando até o Palestra. Chegando lá, no que fui comprar, a moça disse que eu não poderia comprar para os meus amigos, só para pai, mãe irmã etc. Liguei para a Cí e ela disse que veria com o Flávio para ver se ele poderia comprar para o Setor Visa pela internet. Dois minutos depois ela ligou avisando que ele não podia falar. Então, acendeu-se a luz da lâmpada maravilhosa em minha cabeça: Putz, eu tenho Visa! Avisei a Cí e fui o mais rápido possível para a Osesp.

Chegando lá, liguei o computador e rapidamente fiz meu cadastro, escolhi as cadeiras e pronto: três lugares lindos no Palestra!!! Dessa vez não tem problema gastar um pouco mais para ter “conforto” e “tranquilidade”.

Tô que não me aguento de felicidade…

Me senti em casa vendo aquela fila enorme de palestrinos na bilheteria do estádio. Mas pensei comigo mesma: “São 11 horas da manhã e esse pessoal está aqui comprando ingresso?! Ninguém tem mais o que fazer não?”

E falando em Palestra, ontem vi o jogo pela Globo, ouvi pela CBN (locução do Deva Pascovicci) e fui comentando pela internet no chat da CBN e no Twitter. Acabou que durante o jogo o Deva falou três vezes meu nome (paula.palestrina) e no final falou tudo o que eu tinha escrito, ou seja, que foi a primeira vez que tinha participado do chat, que tinha gostdo bastante, voltaria sempre e que sábado estaria no Palestra. E ele agradeceu também!!! Fiquei super eufórica, parecendo criança em dia de festa no playground.

Além disso, para começar o dia, estabeleci quatro metas a serem cumpridas durante o dia. Primeira: passar na PUC e pegar meu comprovante de matrícula. Segunda: ir para a Osesp e trabalhar até ficar louca. Terceira: ir no Via Funchal comprar meu ingresso para o show do Beirut (comprei, ahhhhhhhhhhhhhhh…). Quarta e última: ir para casa sã e salva morrendo de fome e cansaço.

De brinde ganhei uma palestra com o doutor Drauzio Varella sobre qualidade de vida e gripe suína. Sim, todos nós morreremos! Brincadeirinha!!!

Nossa, cansei só de lembrar tudo isso!!!

OBS: Tô só o pó, mas bem, bem contente…

Anúncios

Turn off

Quarta-feira de semana de quase férias, isso porque ainda há um trabalho imenso para entregar e um tcc para fazer até o final desse ano.

Ontem o dia foi corrido, mesmo assim mantive o sorriso na cara e caminhei em direção àquilo que acredito, seja lá o que isso significa. Impossível enumerar o quero para mim, só sei que sinto e vou atrás, ao lado, ou à frente de minhas vontades e meus desejos. Coloquei os dois porque são diferentes. Vontade é vontade e desejo é desejo, concorda, caro leitor? A diferença fica na intensidade de cada um.

Já hoje aquela ânsia toda se esvaiu e eu nem percebi… Na verdade, percebi agora que bateu essa vontade (ou desejo) de falar sobre isso. Percebi que essas coisas são normais, mas enchem o saco.

Como estou achando essa história toda muito confusa, vou parar por aqui e tentar ajeitar meus caminhos… Ouvindo Beirut, é claro!

 

OBS: Se o que move o mundo são perguntas, chegou o momento de encontrar respostas para irmos um pouco mais devagar e trazer um pouco de sossego para o meu coração.

Beirut no Brasil!

Para quem não conhece, Beirut não é simplesmente comida ou uma cidade, é uma banda e tanto!

Dia 8 de setembro eles estarão aqui, em São Paulo, no Auditório Ibirapuera, como saiu no Blog da Metrópole, do Estadão:

http://blog.estadao.com.br/blog/metropole/?title=momento_musica_na_cidade_beirut_toca_dia&more=1&c=1&tb=1&pb=1

E a informação foi pessoalmente confirmada com Zach Condon, o líder dessa maravilha, por Julia Petit:

http://juliapetit.com.br/musica/dream-come-true/

E além do mais, já está no Last.fm:

http://www.lastfm.com.br/event/1065509

Nossa, nem tô acreditando! Eu vou morrer!!!!! (Depois do show, é claro!)

 

OBS: Sim, estou histérica! Até o mau humor saiu um tiquinho de mim!

Luz, câmera, ação… e muita música!

Esqueci-me de contar! Na verdade, esqueci-me de mostrar!

Há um tempinho, minha irmã me maquiou e fez um book meu. A maioria das fotos ficaram horríveis, porque a modelo aqui não ajuda nem um pouquinho. Mas aqui está uma foto que achei duca!

Moi!

Moi!

Não tem absolutamente nada de especial, mas gostei, e daí!?

Fui obrigada a acordar às 4h30 da manhã, porque a bonita da minha irmã quis que eu fosse com meu avô levá-la até a escola de onde sairia para ir para Campos de Jordão. E lá fui eu, com cara de louca, mas fui! Agora estou aqui em casa, sozinha, apenas com a Atena, porque mamãe e papai também “viajaram”. Estão num retiro vendo palestras e etc. Não sei direito o que se faz num retiro, nunca fui a um.

Almocei com vôvis e vóvis no Burguer King. Saudável, né!? Eles nunca tinham ido e resolvi ir hoje. Eles adoraram! Acho que não sou um bom exemplo. Será que deveria tê-los levado a um restaurante vegetariano? Haha… Agora já era… Estrago feito!

Olha que novidade, tenho trocentas coisas para fazer e não mexi num palitinho ainda. Ah, agora já foi. Cansei! E amanhã tem super almoço VIP em casa, isso porque tenho duas confirmações, que acabam nunca sendo tão confirmadas assim. Sabe como são as coisas!? Existem os imprevistos, sempre! Mas eu virei no meu alomoço, é garantido. Menu: pizza e chá gelado. Dessert: helado de creme. Viu?! Misturei quatro línguas num simples cardápio do dia: francês, italiano, português (é claro, né? Dã!) e espanhol. Chique, benhê, sou chique! Haha… Senti-me Silas Simplesmente agora. O quê? Você não sabe quem é Silas Simplesmente! Caro leitor, que desatualiado que o senhor é. Mas como diz o ditado: Antes tarde do que nunca. Confira aqui: http://www.youtube.com/watch?v=n6gE3DPuIt8&feature=related

Mas adianto que é um dos personagens do Marco Luque no Terça Insana. É um “taxistas, santistas, só levo famosos…” Está no DVD Ventilador de Alegria. Recomendo muito! Merece ser comprado!

E o que seria de mim sem essa maravilha que é a música. Lista de bandas/cantores: Lisa Hannigan, Beirut (que vem para o Brasil em setembro! Preparem os bolsos!), é… quem mais mesmo… ah, Paula Cole! Nossa, já vi essa lista antes! Será que é poque eu sempre escuto as mesmas coisas? Galerinha, tô precisando de indicações. Quem tiver, manda!

E tem fotos novas no Orkut. Exploding Star Orchestra e Roscoe Mitchell. Imperdível! Não sei se tem coisas deles por aí, mas procure. É a junção de um pessoal de Chicago e de São Paulo, até onde eu saiba. (Corrija-me se estiver errada, please!) O Sesc lançará um DVD com as duas apresentações que fizeram lá, mas não sei quando. Outra coisa, tem pouca foto porque fiquei mais do que concentrada. Foi um espetáculo inesquecível. O Mazurek, trompetista criador do projeto, estava saltitante de alegria. Parabéns, cara, arrasou!

Exploding Star Orchestra e Roscoe Mitchell

Exploding Star Orchestra e Roscoe Mitchell

Chega, né!

Para você que conseguiu chegar até o final desse post, meu xero especial!

 

OBS: Almoço musical! Para quem não vier, apenas uma palavrinha simbólica: Perdeu!

OBS2: Teve show do Gilbert de graça no Shopping Interlagos. Queria ter visto. Que ódio! Hahahaha…

El otoño!

Ah, o outono! Temperatura mais amena, um friozinho gostoso, cores diferentes nos parques… Ah, que delícia! Tava com saudade de usar blusa sem ser em lugares com ar condicionado e em alguns cinemas siberianos. Chega de saia, shorts, sandálias! Quero tênis, blusão, casaco, lã… Tá certo que terei que esperar um pouco para usar tudo isso, porque ainda é outono e não inverno, mas tudo bem, acabando o calorão, eu fico feliz, bem feliz…

E que canseira fenomenal! Fiquei no trabalho até às 20h, tá certo que no final estava brincando um pouco no computador, mas eu tinha entrado às 10h. Dez horas sentada… Dói a bunda, ok!?

E tava contente mesmo assim. Quem não tava feliz era o carinha do Beirut, isso porque ouvi umas 500 vezes a mesma música. E em homenagem a ele e a sua rouquidão causada por mim, abaixo coloco a letra da música Elefant Gun. Linda!!! Tocou no seriado Capitu que passou na Globo.

If I was young, I’d flee this town
I’d bury my dreams underground
As did I, we drink to die, we drink tonight

Far from home, elephant gun
Let’s take them down one by one
We’ll lay it down, it’s not been found, it’s not around

Let the seasons begin – it rolls right on
Let the seasons begin – take the big king down (2x)

And it rips through the silence of our camp at night
And it rips through the night

And it rips through the silence of our camp at night
And it rips through the silence, all that is left is all that i hide

Ah, é tão lindo, tão triste! Adoro!

 

OBS: Ah, é tão lindo, tão lindo, tão lindo, que dói!!! Dói muito!

Ah, é tão lindo! Dá até vontade de chorar!

Quer saber por que alguém diria essa frase acima?

No meu caso, disse isso após ouvir Beirut. Aposto que já pensou em comida, mas não é! Foi a dona Leka que me apresentou essa banda. Ainda não tenho mais detalhes sobre ela, mas quem se interessar pode entrar no site: www.beirutband.com

Posso dizer que é lindo, muito lindo. Ainda não sei direito o que cantam, mas se for igual ao som, é lindo demais!!!

Depois falo mais aqui sobre.

Ah, tem MySpace também: www.myspace.com/beirut

Muito cansaço, muita água, mas melhor na saúde. Tá valendo!

 

OBS: Não deixe de ouvir Beirut. Isso é uma ordem!!!