Um trilha muito boa

Estavamos minha querida família e eu sentados em frente à televisão ontem à noite após um longo dia de churrasco divertido com os amigos, quando começamos a ver um filminho fofo. Sim, era mais um desses de almas gêmeas que se cruzam por vários anos, mas só um bom tempo depois resolvem ficar juntos. Uma graça, mas o que chamou a atenção mesmo foi a trilha sonora.

Então, aqui recomendo a trilha de A lot like love, em português De repente amor.

http://www.4shared.com/file/59112268/8bb20086/A_Lot_Like_Love_-_Soundtrack.html?s=1

Tem até The Cure!!! Bon Jovi!!! Travis!!!

Beijocas imensas

OBS: O tempo ficou curto para fazer super posts para todos… Em breve retorno com tiradinhas engraçadinhas sobre a vida. Mas não deixe de visitar esse famigerado blog.

OBS2: Amanhã é dia de CQC! Não perca!

Dirty Dancing

Ai, que fofo!

Ai, que fofo!

Dia do Namorados!

O que fazer quando não se tem um ou uma?

Que tal ficar em casa e assistir à Sessão da Tarde de hoje? Ótima idéia!

O que vai passar?

DIRTY DANCING! Yes…

Quem não viu aluga ou compra por apenas R$ 12,99 nas Lojas Americanas. Sim, vou cobrar o cachê pela propaganda!

 

OBS: Não passa de uma data comercial e depressiva. Para que maltratar os solteiros assim?

OBS2: Uma dica: Faça um acordo com seus amigos e amigas mais chegados, façam um sorteio tipo amigo secreto e troquem presentes. Eu já fiz isso é foi bem divertido. Hehehehe!!! Ah, não importa se menina tira menina e menino tira menino, afinal de contas vivemos numa sociedade suuuuuuuuuuuuuper moderna!

As quatro estações, os quatro humores

Meu humor seguiu as temperaturas do dia. Fui da extrema alegria à tristeza profunda. Não sei dizer se isso é bom ou é ruim, mas foi estranho, bem estranho.

Mais uma vez foi impossível acordar mais cedo para fazer as tarefas que havia me dado ontem, antes de me deitar. Eram elas: Acordar mais cedo, escrever no blog (esse aqui mesmo), comprar jornal, fazer a pesquisa sobre a revista Rolling Stone, escrever pesquisa sobre as Constituições Brasileiras, me preparar para o grande dia de amanhã – super Virada Cultural – e isso.

Acordei tarde, comprei o jornal e aproveitei para levar a cachorra para dar uma voltinha, almocei, li algumas coisinhas sobre direção de arte editorial e a Rolling Stone e, quando fui usar o computador, lá estava meu pai baixando músicas gospel, daquelas bem horríveis e enchendo o pc com essas drogas das mais pesadas existentes. Sim, fiquei puta da vida. Resultado: quando consegui sentar na porcaria da cadeira em frente a essa máquina dos infernos indispensável, chorei. Mas chorei de forma invejável.

Passou, vi e-mail, falei com amigos. Nada resolvido, nada feito, nada acertado. Só sei que amanhã terei que transformar 24 em 40 horas, no mínimo.

Porém, algo me deixou contente hoje e durante essa semana: o Flávio, que trabalha comigo, e o Bruno, meu amigo, criaram blogs. Acesse os links, estão aqui do lado direito. O Flávio (dono do Andarilho do vento e do Imaginatio et meditatio) disse que foi por minha culpa e, ainda por cima, criou dois. O Bruno (dono do Cachorro normal) já pertencia ao incrível mundo dos blogs, mas, por motivos de força maior, teve que criar outro. Mas, sinceramente, querido, acho que o momento já havia mudado e, consequentemente, a proposta de seu blog. Também incentivo que crie outro para continuar colocando seus poemas e pensamentos sobre a vida e seus fatos absurdos. Não quero explicar a proposta de cada um aqui para fazê-lo, caro leitor, ir até cada endereço de qualquer forma. Aproveite que está on line, bobo!

Lancei uma pergunta no Twitter: “Diz aí: Se eu sou Cabral e Cabral deve ser meu tatatatataravô, tenho direito a um tequinho do Brasil?” Alguém sabe me responder?

Ah, minha irmã me maquiou e fez um book meu! Segunda-feira vou a várias agências de modelo e ver se consigo um emprego que dê mais dinheiro. Jornalismo não dá futuro! Hahaha… Vou concorrer com a Maisinha (aquela do Silvio Santos), que no tamanho está pau a pau comigo, mas no… na… Enfim, são poucas as diferenças e não quero citá-las aqui nesse momento. Sabe como é! Ah… Meu cabelo é melhor! Eu acho!

Hum… Que tal um filminho antes de dormir? Brilho eterno de uma mente sem lembranças é uma boa pedida. Amo o Jim Carrey! Se alguém quiser assistir comigo, está convidado(a), mas traga chocolate, tá bom!?

Beijos para você, docinho de coco do meu coração que bate fora do ritmo (não, não tenho arritmia e vou morrer – pelo menos agora não – , é só jeito de falar)

 

OBS: Nesse momento sinto que meu humor está melhorzinho. O que postar no meu blog chuchuzento não faz! Adoooooro!

OBS2: Amigas e amigos, saudades imensas de vocês. Aparece, cambada! A única sumida aqui deve ser eu! =P

OBS3: Ah, hoje é Dia do Trabalho e muita gente está bundando por aí… Hahaha… Paradoxos da vida!